Seja bem-vindo a este blog!


Seja bem-vindo(a) a este blog!

Criado com o intuito de partilhar momentos de criatividade, numa vertente poético-fotográfica, este espaço é aberto a todos os visitantes interessados no resultado que a metamorfose das emoções possibilita.

Atrevo-me, pois, a pendurar nas "paredes" desta minha "sala de visitas", o que constitui o acervo da minha galeria de lembranças.

Obrigado pela sua visita!

Agnaldo Lima


quinta-feira, 5 de julho de 2012

XXX - fragmentos






fotografia © agnaldo lima


fragmentos


o solitário do miradouro

(miradouro são pedro de alcântara - bairro alto - lisboa)



foi criança; nasceu igual a todas as outras.
teve pai, mãe, avós, tios, primos, irmãos... amigos, talvez.
se um dia foi casado, não sei;  se teve filhos, também. 
talvez tenha ido à escola… ou não.
sonhos, teve-os, com certeza; desejos, também.
deve ter sido feliz por algum tempo, depois sofreu.

texto © agnaldo lima



2 comentários:

  1. Às vezes penso se é a sociedade (cruel) que os abandona, ou se eles abandonam a sociedade (cruel)!
    Será difícil viver assim, mas também o é nesta sociedade hipócrita.

    Deixo um beijo
    Sónia

    ResponderEliminar
  2. Sónia,
    geralmente, quando não somos bem tratados, afastamo-nos; e para nos defender, refugiamos-nos no nosso próprio mundo, única forma, talvez, de sobrevivência. Qualquer um de nós está sujeito a esse involuntário degredo; o fio é tênue, como aquele que leva alguém à loucura.
    Um beijo e obrigado pela visita! :)

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo!
Deixe aqui o seu comentário e não se esqueça de voltar!
Obrigado!